Homens e crianças na moda

blog_manu_donafaschion_chamada

No começo de abril, o Donna Fashion Iguatemi, instalado no 5º andar do estacionamento do Shopping Iguatemi, mostrou em cinco dias de desfiles, as próximas tendências para o Inverno de 2010. Nestes novos estilos que o público pode conferir, além da presença feminina – constante, vários modelos masculinos e crianças ganharam seu espaço na passarela. Nova marca para grife masculina esteve presente este ano, a Spirito Santo. A Cori, primeira vez na passarela gaúcha, pegou ideias da alfaiataria masculina. Ambas arrancaram elogios entre os convidados. A moda masculina ainda pode ser conferida em marcas como Ellus, 2nd Floor, Alexandre Herchcovitch, Hugo Concept, C&A e Renner.

O homem tem interado-se mais sobre as possibilidades de vestuário. Da mesma forma que o século 20 foi o século das mulheres, este começo de século de 21, definitivamente, está se delineando como o da redescoberta da vaidade pelos homens. A produtora e coordenadora do Donna Fashion Iguatemi, Luciana Falcão, analisou que, em oito anos de evento, apesar das mulheres obterem 90% do alvo da moda, o universo masculino aumentou consideravelmente na passarela, e entre os visitantes.

Outro público que vem crescendo e fortalecendo-se são as crianças. Se você se deixar levar pelas novidades nas vitrines e nas propagandas, principalmente para as meninas, somando tudo no fim do mês, o gasto é grande. As crianças tendem a gastar mais que adultos, em virtude de crescimento, com isso as roupas duram pouco, no máximo um ano. O Donna Fashion Iguatemi deste ano, que completou sua 10ª edição, reservou um dia somente para desfiles infantis. No domingo, cinco de abril, quatro coleções mostraram as últimas tendências para a criançada. Os modelos eram adolescentes e crianças a partir de quatro anos de idade. A plateia estava repleta de adultos, mães e pais com olhos cheios de orgulho, admirando suas pequenas obras na passarela. E com razão. A produtora Luciana Falcão lembrou que na edição do ano passado, o Donna Fashion sofreu grandes críticas, em virtude de ter apresentado somente um desfile para o público infantil. “Por esse motivo, decidimos agendar que o último dia seria somente para as crianças”, revela.

C&A Kids

C&A Kids

Lilica & Tigor

Lilica & Tigor

PUC

PUC

Green

Green

Apesar de o primeiro dia do evento ter coincidido com o aguardado jogo entre Brasil e Peru, aqui em Porto Alegre, o sucesso foi garantido. “As cadeiras lotaram, os espaços estavam cheios. Foi a melhor edição até agora”, comemora Luciana. Visita constante no DFI, o estudante do quinto semestre de moda da Feevale, Diônatan Vargas, achou esta edição belíssima. “A cada ano, é incrível como os eventos de moda crescem, tornam-se mais bonitos e reconhecidos”, elogia.

donna-156donna-202donna-211donna-214

Antes mesmo de a moda chegar até exposições ou desfiles, ela precisa ser criada, pensada, elaborada, pesquisada. O coordenador do curso de Design de Moda e Tecnologia da Feevale, René Ruduit, acredita que precisa haver um diferencial entre os estudantes que almejam trabalhar com o mundo fashion. Como a demanda é grande, só na universidade são aproximadamente 700 alunos matriculados, há necessidade de o universitário ser inovador e empreendedor. O curso de moda da Feevale é uma das áreas mais procuradas no campus, por ser o pioneiro do Rio Grande do Sul, há oito anos formando profissionais no setor. Além da Feevale, outros ensinos ganham destaque na área, como IPA, UCS, Ulbra e UniRitter.

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: